12/23/2009

Ser mãe...uma lição de vida!!!






ANTES DE SER MÃE

Silvia Schmidt


Antes de ser mãe, eu fazia e comia
os alimentos ainda quentes.
Eu não tinha roupas manchadas,
tinha calmas conversas ao telefone.
Antes de ser mãe, eu dormia o quanto eu queria,
Nunca me preocupava com a hora de ir para a cama.
Eu não me esquecia de escovar os cabelos e os dentes


Antes de ser mãe,
eu limpava minha casa todo dia.
Eu não tropeçava em brinquedos e
nem pensava em canções de ninar.
Antes de ser mãe, eu não me preocupava:
Se minhas plantas eram venenosas ou não.
Imunizações e vacinas então,
eram coisas em que eu não pensava.


Antes de ser mãe,
ninguém vomitou e nem fez xixi em mim,
Nem me beliscou sem nenhum cuidado,
com dedinhos de unhas finas.
Antes de ser mãe,
eu tinha controle sobre a minha mente,
Meus pensamentos, meu corpo e meus sentimentos,
e dormia a noite toda.


Antes de ser mãe,eu nunca tive que
segurar uma criança chorando,
para que médicos pudessem fazer testes
ou aplicar injeções.
Eu nunca chorei olhando pequeninos
olhos que choravam.
Nunca fiquei gloriosamente feliz
com uma simples risadinha.
Nem fiquei sentada horas e horas
olhando um bebê dormindo.


Antes de ser mãe, eu nunca segurei uma criança,
só por não querer afastar meu corpo do dela.
Eu nunca senti meu coração se despedaçar,
quando não pude estancar uma dor.
Nunca imaginei que uma coisinha tão pequenina,
pudesse mudar tanto a minha vida e
que pudesse amar alguém tanto assim.
E não sabia que eu adoraria ser mãe.


Antes de ser mãe, eu não conhecia a sensação,
de ter meu coração fora do meu próprio corpo.
Não conhecia a felicidade de
alimentar um bebê faminto.
Não conhecia esse laço que existe
entre a mãe e a sua criança.
E não imaginava que algo tão pequenino,
pudesse fazer-me sentir tão importante.


Antes de ser mãe, eu nunca me levantei
à noite toda , cada 10 minutos, para me
certificar de que tudo estava bem.
Nunca pude imaginar o calor, a alegria, o amor,
a dor e a satisfação de ser uma mãe.
Eu não sabia que era capaz de ter
sentimentos tão fortes.
Por tudo e, apesar de tudo, obrigada Deus,
Por eu ser agora um alguém tão frágil
e tão forte ao mesmo tempo.
Obrigada meu Deus, por permitir-me ser Mãe!


* p.s:  Recebi essa mensagem do pai da minha filha e achei linda, por isso  resolvi  dividir com vcs. Esse poema fala do maravilhoso presente que é a maternidade...verdadeiro dom de Deus !!

12/17/2009

Luto.




Aconteceu ontem uma grande perda para toda nossa família,
meu querido tio faleceu vítima de um câncer (culpa do cigarro).
Não sei como descrever tal sentimento, é algo tão estranho...
mas o que fica além da dor é o amor e a saudade do que ele
representou em vida para nós.
A morte apesar de dolorosa sempre nos faz refletir sobre
algo que nunca deveríamos esquecer, " a vida".
Nada somos, do pó viemos e é para lá que um dia voltaremos.
De que adianta tanta ambição, maldade, soberba, ódio , orgulho,
inveja e todos esses sentimentos pequenos que nos deparamos
ao longo da vida? O que vc faz durante a sua jornada na terra
seja bom ou ruim, é o que fica.
Essa é sua herança, não tem como apagar do livro do tempo.
Por isso, devemos viver intensamente e dignamente, sem se
preocupar com o resto, pois esse é o maior legado que poderemos
deixar para os nossos filhos, netos e entes queridos.
Devemos sempre agradecer ao nosso Senhor Jesus pelo
maravilhoso " presente" que ELE nos deu...que é o o dom da vida.

  Vá em paz , ao encontro do PAI...tio amado !!!
Com todo nosso amor!!!

A. B.

12/14/2009

D.R. E. A ( Discutindo Relação Entre Amigos)...





Sempre acho que namoro, casamento, romance tem começo, meio e fim... exceto os que duram pra vida toda, e isso não é sorte, é tolerância. Por isso veja bem quem você escolhe casar.
...Detesto quando escuto aquela conversa:

- 'Ah,terminei o namoro...' - 'Nossa,quanto tempo?'
- 'Cinco anos...Mas não deu certo...acabou'
- É? não deu...?
Claro que deu! Deu certo durante cinco anos, mas acabou....Sorte sua que acabou antes de casar!

Não acredito em pessoas que se complementam. Acredito em pessoas que se somam.
Às vezes você não consegue nem dar cem por cento de você para você mesmo, como cobrar cem por cento do outro? E não temos esta coisa completa.
Às vezes ele é fiel, mas não é bom de cama.
Às vezes ele é carinhoso, mas não é fiel.
Às vezes ele é atencioso, mas não é trabalhador.
Às vezes ela é malhada, mas não é sensível.
Tudo nós não temos.

Perceba qual o aspecto que é mais importante e invista nele.
Pele é um bicho traiçoeiro. Quando você tem pele com alguém, pode ser o papai com mamãe mais básico que é uma delícia. E as vezes você tem aquele sexo acrobata, mas que não te impressiona...
Acho que o beijo é importante...e se o beijo bate...se joga...senão bate...mais um Martini, por favor...e vá dar uma volta.

Se ele ou ela não te quer mais, não force a barra. O outro tem o direito de não te querer. Não lute, não ligue, não dê pití.
Se a pessoa tá com dúvida, problema dela, cabe a você esperar ou não. Existe gente que precisa da ausência para querer a presença..
O ser humano não é absoluto. Ele titubeia, tem dúvidas e medos mas se a pessoa REALMENTE gostar, ela volta. Nada de drama.
O legal é alguém que está com você por você. E vice versa.

Não fique com alguém por dó também. Ou por medo da solidão. Nascemos sós. Morremos sós. Nosso pensamento é nosso, não é compartilhado.
E quando você acorda, a primeira impressão é sempre sua, seu olhar, seu pensamento. Tem gente que pula de um romance para o outro.
Que medo é este de se ver só, na sua própria companhia?

Gostar dói. Você muitas vezes vai ter raiva, ciúmes, ódio, frustração. Faz parte. Você namora um outro ser, um outro mundo e um outro universo. E nem sempre as coisas saem como você quer...


A pior coisa é gente que tem medo de se envolver. Se alguém vier com este papo, corra, afinal, você não é terapeuta.
Se não quer se envolver, namore uma planta. É mais previsível. Na vida e no amor, não temos garantias.

E nem todo sexo bom é para namorar. Nem toda pessoa que te convida para sair é para casar.
Nem todo beijo é para romancear. Nem todo sexo bom é para descartar. Nem todo sexo bom é pra ser só sexo, é mais fácil se apaixonar. Sem se culpar.

Enfim...quem disse que ser adulto é fácil?


*p.s: Inspirado no bate-papo informal entre os amigos:
(A, J, T, E, M) !!!


Sua jornada moldou você...








" Sua jornada moldou você para seu bem maior, e foi exatamente o que precisava ser. Não pense que você perdeu tempo. Não existem atalhos para a vida. Foi necessária cada e toda situação que você encontrou para trazê-lo para o agora. E agora é o momento certo."
( Asha Tyson )


12/10/2009

História da carochinha, lero-lero ou conversa pra boi dormir??!...rs

NOTAS EXPRESS

( Divertido ): 



 

 Amante de Tiger Woods pede desculpas à mulher do golfista por traição

09 de Dezembro de 2009 23:29
88 Recomendações

Nova York, 10 dez (EFE).- A garçonete Jamiee Grubbs, que revelou ter sido uma das amantes de Tiger Woods, pediu desculpas nesta quarta-feira a Elin Nordegren, mulher do golfista.
"Não posso descrever o remorso que sinto por tê-la ferido, além de sua família", disse Grubbs, de 24 anos, ao canal americano de televisão "Extra".
Grubbs, que teria mantido relações com Tiger Woods há três anos e em mais de vinte ocasiões, afirmou que se não tivesse revelado o caso com o golfista, "outra mulher o teria feito".
"Não o fiz antes por motivos superficiais e também por não querer ferí-la (Elin)", disse a jovem, que negou amar o golfista.
Nesta quarta-feira, o deputado democrata Joe Baca, da Califórnia, anunciou a retirada de seu apoio a um projeto para homenagear Woods em função do escândalo sobre a vida conjugal do golfista.
A desistência de Baca em seguir com a iniciativa ocorreu um dia depois do instituto de pesquisas Nielsen ter anunciado que os canais de televisão dos EUA não transmitiram um anúncio sequer com o atleta no horário nobre desde a semana passada, quando Woods confessou ser infiel à esposa.

ps: Essa encenação do remorso é perfeita, merece mesmo um Oscar. Confesso que quase chorei...de rir é claro...hahahaha!! 


A vida é breve... sorria !!!

Você está vivo. 
Esse é o seu espetáculo.
Só quem se mostra se encontra. 
Por mais que se perca no caminho.


(Cazuza)






Segredos de liquidificador...











"E só eu que podia dentro da tua orelha fria, saber segredos de liquidificador."

( Cazuza )

Não tente me entender...

" Mais vale ser invejado que lastimado."

(Heródoto)







Atenção:

O número dos nossos inimigos varia na proporção do crescimento da nossa importância.


11/25/2009

Faça o melhor por você !!!


Quando se sonha sozinho é apenas um sonho. Quando se sonha juntos é o começo da realidade.  
D. Quixote










Dever de sonhar...






Sonhar o sonho impossível,
Sofrer a angústia implacável,
Pisar onde os bravos não ousam,
Reparar o mal irreparável,
Amar um amor casto à distância,
Enfrentar o inimigo invencível,
Tentar quando as forças se esvaem,
Alcançar a estrela inatingível:
Essa é a minha busca.






10/15/2009

O Silêncio das palavras...




No final, não nos lembraremos das palavras dos nossos inimigos, 
mas do silêncio dos nossos amigos.




Se você não consegue entender o meu silêncio de nada irá adiantar as palavras, pois é no silêncio das minhas palavras que estão todos os meus maiores sentimentos.

                                                                      Oscar Wilde

O Senhor é quem te guarda...




10/01/2009

O verdadeiro valor de uma amizade.



Pode ser que um dia deixemos de nos falar...
Mas, enquanto houver amizade,
Faremos as pazes de novo.

Pode ser que um dia o tempo passe...
Mas, se a amizade permanecer,
Um de outro se há-de lembrar.

Pode ser que um dia nos afastemos...
Mas, se formos amigos de verdade,
A amizade nos reaproximará.

Pode ser que um dia não mais existamos...
Mas, se ainda sobrar amizade,
Nasceremos de novo, um para o outro.

Pode ser que um dia tudo acabe...
Mas, com a amizade construiremos tudo novamente,
Cada vez de forma diferente.
Sendo único e inesquecível cada momento
Que juntos viveremos e nos lembraremos para sempre.

Há duas formas para viver a sua vida:
Uma é acreditar que não existe milagre.
A outra é acreditar que todas as coisas são um milagre.

                                                                         Albert Einstein

9/30/2009

Meu cupido é burro ?! ...





Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer;
É um andar solitário entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É um cuidar que se ganha em se perder.

É querer estar preso por vontade
É servir a quem vence o vencedor,
É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade;
Se tão contrário a si é o mesmo amor?


Luís de Camões

9/16/2009

Amor de mãe e filha...

Mãe e Filha 
 
 ( Tere Penhabe )




Sei que fui sua mãe,  antigamente...
Dava conselhos e era impertinente.
Mas de repente tudo se inverteu,
Hoje nem sei se a mãe é ela ou eu.
 
Sei que entre todas, é bem diferente...
Sua presença me faz tão contente!
E mesmo separadas, não morreu,
Doce amizade que entre nós nasceu.
 
Não poderia nem considerar,
A minha vida sem tê-la por perto,
Seria o caos da sede no deserto!
Entrelaçadas pelo verbo amar,
Sei que seremos sempre mãe e filha,
Na ordem que pedir a nossa trilha.


Educando através da Fé...

A Igreja ensina que os primeiros catequistas são os pais. É no colo deles que toda criança deve aprender conhecer a Deus, aprender a rezar e dar os primeiros passos na fé; conhecer os Mandamentos e os Sacramentos. Os pais são educadores naturais, e os filhos assimilam seus ensinamentos sem restrições. Será difícil levar alguém para Deus, se isto não for feito, em primeiro lugar, pelos pais. É com o pai e a mãe que a criança tem que ouvir em primeiro lugar o nome de Jesus Cristo, sua vida, seus milagres, seu amor por nós, sua divindade, sua doutrina… 
A melhor maneira de educar, também na fé, é pelo exemplo. Se os pais rezam, os filhos aprender a rezar; se os pais vivem conforme a lei de Deus, o filhos também vão viver assim, e isto se desdobra em outros exemplos. Não apenas leve seu filho à Igreja, mas ensine-o a rezar; leve-o ao grupo de oração, aos Encontros da fé, leia com ele a Biblia e lhe explique, etc. Tudo isso vai moldando a sua fé.
Diante de um mundo tão adverso, que quer arrancar os filhos de nossas mãos, temos de conquistá-los por aquilo que “somos” para eles. É preciso que o filho tenha orgulho de seus pais. Assim será fácil você o levar para Deus. Muitos filhos não seguem os pais até a Igreja porque não foram conquistados pelos pais.
Conquistar o filho é respeitá-lo; é não o ofender com palavras pesadas e humilhantes quando você o corrige; é ser amigo dos seus amigos; é saber acolhe-los em sua casa; é fazer programas com ele, é ser amigo dele.
Enfim, antes de dizer a seu filho “Jesus te ama”, diga-lhe: “eu te amo”.

Trechos do texto sobre " Como evangelizar os meus filhos".
Profº Felipe Aquino ( Canção Nova ).

9/15/2009

Não perca tempo...apenas viva o amor !!!



O tempo


A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são seis horas!
Quando de vê, já é sexta-feira!
Quando se vê, já é natal...
Quando se vê, já terminou o ano...
Quando se vê perdemos o amor da nossa vida.
Quando se vê passaram 50 anos!
Agora é tarde demais para ser reprovado...
Se me fosse dado um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando pelo caminho a casca dourada e inútil das horas...
Seguraria o amor que está a minha frente e diria que eu o amo...
E tem mais: não deixe de fazer algo de que gosta devido à falta de tempo.
Não deixe de ter pessoas ao seu lado por puro medo de ser feliz.
A única falta que terá será a desse tempo que, infelizmente, nunca mais voltará.
 

9/12/2009

O Amor e as palavras !!!

Escreva. Seja uma carta, um diário, ou 
algumas anotações enquanto fala ao telefone. 
Mas escreva.
Escrever nos aproxima de Deus e do Próximo.
Se você quiser entender melhor seu papel nesse mundo, 
não deixe de escrever.
Procure colocar toda a sua alma por escrito, 
mesmo que ninguém leia, ou o que é pior,
mesmo que alguém termine lendo a parte que você 
não queria que fosse lida.
Acredite: a palavra tem poder.
A palavra escrita tem um poder maior porque é "eternizada".

By Letras Express !!!

9/11/2009

Atitudes sempre...porque palavras o vento leva !!!

DAS UTOPIAS
  

Se as coisas são inatingíveis... ora!
Não é motivo para não querê-las...
Que tristes os caminhos, se não fora
A presença distante das estrelas!
 

Se tu me amas...deixe-me livre como os passarinhos !!!


BILHETE

Se tu me amas, ama-me baixinho
Não o grites de cima dos telhados
Deixa em paz os passarinhos
Deixa em paz a mim!
Se me queres,
enfim,
tem de ser bem devagarinho, Amada,
que a vida é breve, e o amor mais breve ainda...
 
Mário Quintana

AMO A LIBERDADE DE SER "PASSARINHO" !!!



POEMINHA DO CONTRA

Todos estes que aí estão
Atravancando o meu caminho,
Eles passarão.
Eu passarinho!
  

Bom humor e saúde estão interligados !!!

9/10/2009

CURSO DE LETRAS ( UNILPLI) - EU FIZ !!!



LETRAS UNLIPLI
EU TB FAÇO PARTE DESSA COMPROVADA ESTATÍSTICA!!
                           

O Verdadeiro sucesso...


Para um bom ganhador não existem derrotas.
Para quem escolheu ser um vencedor, tudo tem um proveito.
Não existem perdas, apenas fins de ciclos.
Não existem tombos, apenas mudanças.
Não existem inimigos, apenas pessoas diferentes.
Não existem problemas, apenas chances de exercitar.
Não acontecem momentos ruins, apenas chamas passageiras.
Não há orgulho ferido, apenas lições de vida.
Não existem comodismos, apenas rápidos descansos.
Nas leis do sucesso, só vale quem acredita que nasceu para vencer.
Porque a vida só leva para o futuro quem sabe viver...


* Ps:  Coloque "Deus" no centro de sua vida e seu sucesso será eterno e verdadeiro...

9/08/2009

A hora da Estrela...


Dica Express da Semana:

Entre a realidade e o delírio, buscando o social enquanto sua alma a engolfava, Clarice escreveu um livro singular. "A Hora da Estrela" é um romance sobre o desamparo a que, apesar da linguagem, todos estamos entregues.
Esse livro especificamente me marcou profundamente, pois foi lido em um momento bastante difícil em minha vida, porém já superado. É fato notório que Clarice Lispector escreve com a alma, e tudo que um dia reluziu de seus pensamentos se tornou uma verdadeira obra poética que se propagou para a posteridade.
As personagens criadas por Clarice Lispector descobrem-se num mundo absurdo; esta descoberta dá-se normalmente diante de um fato inusitado - pelo menos inusitado para a personagem. Esse fato provoca um desequilíbrio interior que mudará a vida da personagem para sempre. Para Clarice, "Não é fácil escrever. É duro quebrar rochas. Mas voam faíscas e lascas como aços espelhados". "Mas já que se há de escrever, que ao menos não se esmaguem com palavras as entrelinhas". "Minha liberdade é escrever. A palavra é o meu domínio sobre o mundo."


By Aline Braga
Letras Express!!!

9/03/2009

O Processo de criação...


        Todo processo de criação seja ele qual for exige geralmente vontade, tempo, transposição, técnica, talento, criatividade entre outras coisas. Geralmente, o escritor em sua infinita e incessante busca pelo prazer de apenas escrever se consome por completo, pois não existe fórmula alguma a não ser a vontade de expressar seus pensamentos.
       Os sentimentos muitas vezes escondido no âmbito da alma, nos remete ao próprio pensamento, que nada mais é que uma forma voluntária de devassar as entranhas de seu próprio ser, ou seja, é algo infinitamente particular e ímpar. Escrever é dizer o pensamento. E palavras são palavras! Pensamentos são pensamentos!
      Ao recordar tempos atrás da faculdade de Letras, me deparo com a imensidão do mundo que se abriu para meu ser. Na Literatura consegui viajar pelas emoções no espaço do tempo e com isso descobri também que nós seres pensantes se quisermos também podemos ser grandes autores de nossa própria história, seja ela inventada ou não.
     Nas antigas aulas de Preparação e Revisão de Textos sempre imaginava, quem sabe um dia  estarei lendo não só grandes textos ou obras literárias que marcaram a humanidade, mas sim também a minha própria vida, ou o rascunho dela. Pois, desde pequena gostava de escrever e sonhava em um dia escrever meu próprio livro, contando a minha própria “estória”, mesmo que ela não agradasse a muita gente. E quando conclui a faculdade me deparei com essa realidade cada vez mais próxima e me perguntei, e agora? Minha hora chegou, já é tempo não tenho mais para onde correr, ou tenho? “Pensei, já não basta mais os antigos clichês com o carimbo da felicidade, “plantar árvore”; “ fazer um filho” e “ escrever um livro?”... LIVRO? Aqui estou a escrevê-lo, para quem sabe ao menos eu possa me refazer e me encontrar através das palavras. É como já dizia Clarice Lispector: “ Minha vida é feita de esboços  inacabados e vacilantes...”
    Esse esboço de que Clarice se refere nos remete a vida que ainda está por vir, da vida que se segue e que mesmo na adversidade continua a existir e a pulsar insistentemente.
    Assim, a Literatura minha tão grande paixão tal qual é a música, me proporciona diariamente um senso crítico, prazeroso e enriquecedor ao escrever, que por muitas vezes até me assusta, pois as palavras pulsam assim como os pensamentos e não procura regras e métricas, apesar de eu bem as conhecê-la. A sensibilidade adquirida não só na vivência pessoal e concreta, me proporcionou através da leitura também uma visão mais ampla dos acontecimentos ao meu redor. As portas e janelas que a mim foram abertas lavaram a minha alma de conhecimento e sabedoria, e hoje enxergo o MUNDO com letras maiúsculas. O “tempo” senhor de tudo, muitas vezes nos presenteia com grandes acontecimentos, e assim o fez com o surgimento da música e da maternidade em minha vida.
Ah! A maternidade, nada se supera a esse grande acontecimento, um verdadeiro encontro de almas que me fez enxergar a vida com mais leveza, assim como os olhos de ressaca da “CAPITU”, descobertos e que tanto fascinavam “Bentinho”, em Dom Casmurro.
    Enfim, no processo criativo muitas vezes o autor devido a sua familiaridade com o assunto e com o texto, quase sempre comete lapsos e equívocos que ele próprio não identifica em sucessivas leituras em seu trabalho. Porém, nada se supera a emoção e inspiração do processo de deixar brotar em si as letras, as quais se derramam as palavras sobre as brancas folhas, escrevendo e descrevendo a vida.
Ensaio sobre o “Processo de Criação”...
Por Aline Braga

9/02/2009

Drummond ou simplesmente... "gauche" !!



" Perder tempo em aprender 
   coisas que não interessam,
   priva-nos de descobrir 
   coisas interessantes ".



 ( Carlos Drummond de Andrade )




Dica Literária Express...

Comunidade criada para divulgação do livro : "Casa dos Ventos" (Contos e Crônicas), lançado pela Editora Nitpress, escrito pela minha amiga e ex-aluna de Letras "Rosaly".
DATA: 26/09/09
LOCAL: Biblioteca do Centro Universitário Plínio Leite
HORÁRIO: 10 horas (manhã)

Para todos aqueles que amam e apoiam a literatura.

Participe e divulgue!
Obrigada!

Nitpress:
http://blog.nitpress.com.br/

8/31/2009

Qualquer música...




Qualquer Música, ah,qualquer,
Logo que me tire da alma,
Esta incerteza que quer,
Qualquer impossível calma!

Qualquer música- guitarra
Viola, harmônio, realejo...
Um canto que se desgarra...
Um sonho em que nada vejo...

Qualquer coisa que não vida!
Jota, fado, a confusão
Da última dança vivida...
Que eu não sinta o coração


( Fernando Pessoa )

Ao chegar na livraria...

Letras e expressões – madrugada poética. (?)

O conceito de arte sempre foi um tema polêmico.Qualquer expressão é arte? Que tipo de expressão é arte? A arte tem limite? A arte tem julgamento? A arte tem manual?


Ao menos em tese, quem faz arte se questiona o tempo todo. É tudo tão relativo assim?
Dizem que é difícil saber ao certo o que é arte, mas muito fácil saber o que não é. Mas a partir da análise de quem? Sob que ponto de vista?
A introdução confusa serve para iniciar o relato pessoal (e por que não dizer desabafo?) após uma madrugada confusa, vivenciada na Livraria Letras e Expressões, no Leblon.
A Livraria Letras e Expressões é um espaço conceituado, e parecia ser um espaço onde os artistas se reúnem para trocar idéias, mostrar seus trabalhos, conhecer pessoas novas e interessadas em discutir cultura. Parecia ser. Não é.
O que eu encontrei na famosa e "cult" madrugada poética é preocupante.
Ao chegar na livraria, me deparei com um pequeno palco, rodeado de pessoas de todos os tipos. As pessoas falavam alto (e, por que não dizer?, gritavam), mesmo tendo um microfone; exaltadas, veneravam um autor-ator (!?) presente, que fazia gracinhas para seus "fãs".
Inevitavelmente deslocada, tentei ficar no canto, sentindo uma profunda vergonha do alheio.
Descobri que havia um café no segundo andar, me desloquei para lá. Relaxei, bebi e comecei a prestar atenção ao que estava sendo lido e de que maneira estava sendo lido.
Os "artistas" presentes, num ato desesperado (e agressivo) em busca de atenção, performatizavam a poesia (de rimas pobres e conteúdo duvidoso) da maneira mais esdrúxula possível, provocando gargalhadas em mim (a deslocada) e profunda admiração nos demais presentes.
Mas se engana quem acha que tive prazer com isso. Ri sim, e muito.
Mas depois, aos poucos, comecei a refletir o sobre aquele “espetáculo”.
Mais do que a pergunta principal: "O que estou fazendo aqui?", ficou a pergunta: "O que eles estavam fazendo ali?"
Puro nada.
Ego, ego e ego.
Status, ânsia de mídia, extremo vazio de reflexão.
Eles interpretavam em frente a um espelho, sendo uma superficialização de si mesmos.
Ao sair do evento, só consegui ter a impressão de que algo vai mal, muito mal.


Leia mais sobre o assunto:
Acesse o link : http://www.oucritica.blogspot.com/

8/28/2009

O nascimento da crônica


O nascimento da crônica


Há um meio certo de começar a crônica por uma trivialidade. É dizer: Que calor! Que desenfreado calor! Diz-se isto, agitando as pontas do lenço, bufando como um touro, ou simplesmente sacudindo a sobrecasaca. Resvala-se do calor aos fenômenos atmosféricos, fazem-se algumas conjeturas acerca do sol e da lua, outras sobre a febre amarela, manda-se um suspiro a Petrópolis, e La glace est rompue; está começada a crônica.
Mas, leitor amigo, esse meio é mais velho ainda do que as crônicas, que apenas datam de Esdras. Antes de Esdras, antes de Moisés, antes de Abraão, Isaac e Jacó, antes mesmo de Noé, houve calor e crônicas. No paraíso é provável, é certo que o calor era mediano, e não é prova do contrário o fato de Adão andar nu. Adão andava nu por duas razões, uma capital e outra provincial. A primeira é que não havia alfaiates, não havia sequer casimiras; a segunda é que, ainda havendo-os, Adão andava baldo ao naipe. Digo que esta razão é provincial, porque as nossas províncias estão nas circunstâncias do primeiro homem.
Quando a fatal curiosidade de Eva fez-lhes perder o paraíso, cessou, com essa degradação, a vantagem de uma temperatura igual e agradável. Nasceu o calor e o inverno; vieram as neves, os tufões, as secas, todo o cortejo de males, distribuídos pelos doze meses do ano.
Não posso dizer positivamente em que ano nasceu a crônica; mas há toda a probabilidade de crer que foi coetânea das primeiras duas vizinhas. Essas vizinhas, entre o jantar e a merenda, sentaram-se à porta, para debicar os sucessos do dia. Provavelmente começaram a lastimar-se do calor. Uma dia que não pudera comer ao jantar, outra que tinha a camisa mais ensopando que as ervas que comera. Passar das ervas às plantações do morador fronteiro, e logo às tropelias amatórias do dito morador, e ao resto, era a coisa mais fácil, natural e possível do mundo. Eis a origem da crônica.
Que eu, sabedor ou conjeturador de tão alta prosápia, queira repetir o meio de que lançaram mãos as duas avós do cronista, é realmente cometer uma trivialidade; e contudo, leitor, seria difícil falar desta quinzena sem dar à canícula o lugar de honra que lhe compete. Seria; mas eu dispensarei esse meio quase tão velho como o mundo, para somente dizer que a verdade mais incontestável que achei debaixo do sol é que ninguém se deve queixar, porque cada pessoa é sempre mais feliz do que outra.
Não afirmo sem prova.
Fui há dias a um cemitério, a um enterro, logo de manhã, num dia ardente como todos os diabos e suas respectivas habitações. Em volta de mim ouvia o estribilho geral: que calor! Que sol! É de rachar passarinho! É de fazer um homem doido!
Íamos em carros! apeamo-nos à porta do cemitério e caminhamos um longo pedaço. O sol das onze horas batia de chapa em todos nós; mas sem tirarmos os chapéus, abríamos os de sol e seguíamos a suar até o lugar onde devia verificar-se o enterramento. Naquele lugar esbarramos com seis ou oito homens ocupados em abrir covas: estavam de cabeça descoberta, a erguer e fazer cair a enxada. Nós enterramos o morto, voltamos nos carros, e daí às nossas casas ou repartições. E eles? Lá os achamos; lá os deixamos, ao sol, de cabeça descoberta, a trabalhar com a enxada. Se o sol nos fazia mal, que não faria àqueles pobres-diabos, durante todas as horas quentes do dia?


( Ensaio sobre " Crônicas"...)


8/27/2009

A Trajetória...




" E é inútil procurar encurtar caminho e querer começar já sabendo que a voz diz pouco, já começando por ser despessoal. Pois existe a trajetória, e a trajetória não é apenas um modo de ir. A trajetória somos nós mesmos. Em matéria de viver, nunca se pode chegar antes. A via-crucis não é um descaminho, é a passagem única, não se chega senão através dela e com ela. A insistência é o nosso esforço, a desistência é o prêmio. A este só se chega quando se experimentou o poder de construir, e, apesar do gosto de poder, prefere-se a desistência. A desistência tem que ser uma escolha. Desistir é a escolha mais sagrada de uma vida. Desistir é o verdadeiro instante humano. E só esta, é a glória própria de minha condição. A desistência é uma revelação".

Palavras ao vento...